Laboratório

2012-08-01

Bactéria Acinetobacter Baumannii encerra urgências

Caracterização microbiológica de meios hospitalares

A contaminação de uma unidade de neonatologia pela bactéria Acinetobacter Baumannii provocou a infecção de 7 recém nascidos.[1]- 

Trata-se uma das infecções hospitalares mais comuns e estima-se que infecte anualmente dezenas de milhar de pacientes em ambiente hospitalar.

Apesar de ser a segunda bactéria não-fermentadora mais frequentemente isolada em humanos, apresenta elevada patogenicidade, com estirpes resistentes à maioria dos antibióticos. Provoca infecções oportunistas, afectando mais frequentemente as vias respiratórias e o tracto urinário, podendo causar pneumonias severas e infecções urinárias (ITU) de difícil controlo.[2]

A ADESUS efectua análise deste e de outros parâmetros microbiológicos em meio hospitalar, assim como análises à qualidade do ar, no sentido de despistar e prevenir situações semelhantes às que ocorreram neste caso.

[2] - Wikipédia

[1] - fonte: JN - link


©1990-2006 ADESUS, Lda. Telefone 22 9691437
7 Graus